Livro do mês

Em busca dos jardins de nossas mães

Prosa mulherista

Alice Walker

Em busca dos jardins de nossas mães

Prosa mulherista

Alice Walker

Primeira mulher afro-americana a receber o prestigioso prêmio Pulitzer de ficção, Alice Walker também foi pioneira ao tratar de diversos temas da cultura negra dos Estados Unidos. Ainda nos anos 1970, abordou pela primeira vez questões raciais como o colorismo, e passou a defender um ponto de vista mulherista, termo reivindicado pelo feminismo negro para expressar as particularidades de suas lutas.

Filha de trabalhadores rurais, Alice Walker experimentou a violência da segregação racial e as dificuldades de ser uma mulher negra no Sul do país, contexto que incorporou em seu romance A cor púrpura e que está presente em vários ensaios deste livro. .

Entre perspectivas pessoais e políticas, a autora nos convida a acompanhá-la na busca da própria identidade e das referências afro-americanas, muitas delas apagadas pela história. Seguindo-a nesse caminho, nos deparamos com Zora Neale Hurston, Martin Luther King, Philis Weathley, e chegamos ao jardim de uma casa modesta na Geórgia. Lá, em meio a uma rotina sem descanso, sua mãe encontrou a porção diária de vida cultivando dedicadamente suas flores – e Alice Walker, o sentido desse legado materno.

“Essa capacidade de persistir, ainda que das maneiras mais simples, é um trabalho que as mulheres negras realizam há muito tempo.”

Tradução Stephanie Borges
Posfácio Rosane Borges

Upload Image...

Sobre a autora

Alice Walker é escritora, poeta e ativista, nascida no estado da Geórgia, Estados Unidos, em 1944. Devido ao contexto da segregação racial, estudou na única escola que aceitava crianças negras em sua cidade. Pelo excelente desempenho acadêmico, recebeu bolsa integral para a universidade, primeiro em Atlanta – onde integrou o Movimento pelos Direitos Civis –, e depois em Nova York, onde se formou. Trabalhou com professora de literatura no estado do Mississipi em períodos dos anos 1960 e 1970. Seu primeiro livro, Once, de poesia, foi lançado em 1968. Publicou em seguida diversas edições de contos e romances, entre elas A cor púrpura, em 1983, livro vencedor dos prêmios Pulitzer e National Book Award e adaptado para o cinema com imenso sucesso. Em busca dos jardins de nossas mães é seu primeiro livro de não-ficção publicado no Brasil.